Obidos Turismo

Cronologia 

308 a.C - Fundação da Vila pelos Celtas.

Século I - Óbidos é conquistada pelos Romanos.

Séc. V-VI - Aos Romanos sucederam-se os Visigodos.

Séc VIII - Os Mouros ocupam a vila.

1148 a 11 de Janeiro - D. Afonso Henriques toma Óbidos aos Mouros (feriado municipal).

1195 - Provável doação de foral a Óbidos.

1210 -  D. Afonso II doa a Vila a sua mulher, D.Urraca.

1246 - Ao manter a fidelidade a D.Sancho II, Óbidos assegura o título “Mui nobre e sempre leal” que mantém até hoje.

1282 - D. Dinis e a Rainha Santa Isabel passam núpcias em Óbidos. Com a doação da Vila, como prenda de casamento, esta passa a fazer parte integrante de dote de todas as rainhas portuguesas até 1834.

1422 - Na Vila de Óbidos, D. João I faz a mudança da era de César para a era de Cristo.

1441 -  No dia 15 de Agosto casa-se o Infante D. Afonso (mais tarde D. Afonso V) com D. Isabel. O noivo tinha dez anos e a noiva oito.

1491 - A rainha D. Leonor, mulher de D. João II, retira-se para Óbidos depois da morte do seu filho, Infante D.Afonso.

1498 - D. Leonor funda a Misericórdia de Óbidos.

1513 -  D. Manuel faz a doação de novo foral a Óbidos.

1527 - D. João III institui em Óbidos uma cadeira de Matemática e outra de Teologia.

1684 - A 22 de Julho morre a pintora Josefa d’Óbidos.

1755 - Óbidos é danificado pelo terramoto.

1808 - De Óbidos são disparadas as primeiras salvas de tiros que dão início à Batalha da Roliça, durante as invasões francesas, onde Napoleão sofre a sua primeira derrota da Guerra Peninsular.

1834 - Extinção da Casa das Rainhas.

1900 / 1910 - O Rei D.Carlos faz grandes caçadas na Lagoa, com o Padre António Almeida, capelão da Igreja do Senhor da Pedra.

1910/1950 -  Restauro da Muralha.

1973 - Tem lugar em Óbidos uma das reuniões do Movimento dos Capitães, realizada na Sede da Sociedade Musical Recreativa Obidense, que desencadeou a Revolução 25 de Abril de 1974.

1994 - Escavações arqueológicas de uma cidade romana identificada como sendo Eburobrittium.